O programa “Peixe no Prato”, direcionado pela Secretaria de Produção Rural do Amazonas (SEPROR), já comercializou mais de 12 mil kg de pescados. Esse projeto tem como objetivo ajudar o produtor a abrir novos mercados junto ao consumidor local, sempre dando valor a produção regional e também contribuir para estimular o segmento, de forma a evitar o desperdício da pesca extrativa no pico da safra.

A secretaria apoia a iniciativa com o transporte, conservação e orientação técnica para a despesca de maneira correta, para que se mantenham as características essenciais do pescado e demais produtos, que poderão ser adquiridos pelo consumidor a preços muito mais baixos que os praticados no comércio local, vale ressaltar que os produtores precisam estar cadastrados junto a SEPROR.

OITAVA EDIÇÃO PEIXE NO PRATO

O Governo do Amazonas realizará a oitava edição do programa “Peixe no Prato”, executado pela Sepror, Idam (Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas), Adaf (Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas) e ADS (Agência de Desenvolvimento Sustentável). Esta edição acontecerá no dia 29 de fevereiro, na rua Princesa Diane, nº 10, estacionamento da Igreja Nossa Senhora da Conceição, Comunidade Bela Vista, bairro Puraquequara, zona leste da capital amazonense.

Ao todo, será disponibilizada 1 tonelada de pescado, além de produtos regionais, a preços acessíveis. Entre as espécies serão comercializados tambaquis curumim e roelo, produzidos na Região Metropolitana de Manaus, e pirarucu de manejo, assim como itens da agricultura familiar como cheiro-verde, limão, maxixe, pimenta-de-cheiro, frutas. Quem for conferir também poderá desfrutar de um delicioso café da manhã que estará entre os atrativos aos visitantes.