Uma parceria entre a Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) pretende formar turmas de especialistas em gestão de projetos para produção de animais e vegetais, a partir deste ano. Para tratar dos detalhes da iniciativa, o secretário de Produção Rural, Petrucio Magalhães Júnior, esteve na quinta-feira (06/02) na UEA, onde se reuniu com o reitor Cleinaldo Costa.

No encontro, Petrucio Magalhães enfatizou que, a partir do plano Safra, lançado pelo Governo do Amazonas em 2019, viu uma grande oportunidade de qualificar cada vez mais profissionais, para contribuir com o setor primário.

“Precisamos focar no crescimento das cadeias produtivas e para isto, queremos mais técnicos especializados, com um olhar diferenciado para setores produtivos de grande potencial econômico no Amazonas. Tenho certeza que esta parceria só vem somar com tudo que sonhamos”, destacou ele, que agradeceu ainda à Universidade pelo apoio às ações da Sepror em 2019.

Os cursos serão ministrados pela Rainforest Business School, a Escola de Negócios Sustentáveis da UEA, que tem como principal objetivo fomentar a compreensão de conhecimentos necessários, para propiciar o entendimento da complexidade e oportunidades de negócios na Amazônia nas vertentes social, ambiental e econômica. As formações serão oferecidas in company, com foco nas necessidades específicas do público da Sepror, abrangendo um número limitado de cadeias produtivas.

O reitor da UEA, Cleinaldo Costa, disse a parceria entre o sistema Sepror e UEA mostra boas perspectivas para este ano. “A Rainforest Business School nos permitirá brevemente mostrar resultados positivos, com a Universidade fazendo seu papel de formação e extensão, por meio da qualificação dos técnicos da Sepror, que atuarão no desenvolvimento do estado do Amazonas”, disse.

Além de Petrucio Magalhães e Cleinaldo Costa, o encontro na UEA contou com a participação do pró-reitor de Extensão, André Tannus, e da pró-reitora de Planejamento, Maria Olívia. Participam também do projeto a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) e a Companhia de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Ciama).

Curso in company – Trata-se de um tipo de treinamento voltado para atender às necessidades específicas de uma organização, com conteúdo personalizado, cronograma adequado à disponibilidade da empresa e discussão de situações reais para um desempenho assertivo em relação às oportunidades de melhoria existentes.

FOTOS: Divulgação/Sepror