Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o SOSA, empresa multinacional de inovação aberta, acabam de anunciar uma parceria estratégica. O acordo possibilitará que indústrias e startups no Brasil tenham acesso a ecossistemas de tecnologia em Nova Iorque e Tel Aviv, inaugurando um processo de engajamento e colaboração com as tecnologias 4.0 mais disruptivas em desenvolvimento fora do país.

“A parceria com o SOSA é um passo fundamental para todos nós”, disse o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade. “Promover a inovação é crucial para fortalecermos a nossa economia. Utilizarmos a experiência de inovação em nível mundial do SOSA terá um efeito transformador para a indústria brasileira”, acrescentou.

Para Uzi Scheffer, CEO do SOSA, a parceria é empolgante, já que envolve a CNI, uma organização tão importante e que lidera a indústria no Brasil, para criarmos oportunidades dentro da nossa rede global de inovação. “Promover inovação aberta desencadeará inúmeros benefícios. Sentimos orgulho em estarmos envolvidos nesse processo”, destacou Scheffer.

A união da CNI com o SOSA permitirá que as indústrias brasileiras tenham acesso às tecnologias de ponta, além de conectar as startups brasileiras aos principais mercados internacionais da inovação aberta.

A iniciativa cria oportunidades para que indústrias e startups participantes mergulhem na rede de tecnologias avançadas (as chamadas deep techs) do SOSA, e utilizem ferramentas e parcerias estratégicas para expansão em nível global. Na avaliação da CNI, ampliar a presença do Brasil na esfera da inovação é especialmente importante agora, num momento em que o país enfrenta a pandemia da Covid-19.

Indústrias e startups terão acesso ao que há de mais avançado em inovação

A partir da parceria, as empresas poderão participar de atividades de inovação aberta, de reconhecimento técnico para incentivar casos de aplicação imediata. Terão acesso a dias de demonstração exclusivos, workshops sobre liderança em inovação, relatórios especiais e curadoria para seleção de eventos da inovação na indústria. Corporações, investidores e delegações governamentais serão apresentados continuamente às últimas tendências da tecnologia global para aprimorar a vantagem competitiva da indústria brasileira.

Já as startups terão acesso aos ecossistemas de inovação aberta em Tel Aviv e Nova Iorque, onde se aproximarão de corporações multinacionais, venture capitals, investidores e outras empresas de tecnologia. As startups também participarão de eventos técnicos com curadoria, com oportunidades de negócios globais, a partir de encontros, mesas-redondas, painéis, além de oficinas profissionais projetadas para fornecer as ferramentas e as melhores práticas necessárias para a construção de uma empresa global.

A natureza dinâmica e variada da indústria brasileira será sempre levada em conta na parceria CNI-SOSA. Todos os produtos, serviços e materiais serão adaptados às questões socioeconômicas, ao idioma e ao ecossistema de tecnologia do Brasil. A CNI manterá profissionais nos escritórios do SOSA em Tel Aviv e em Nova Iorque para o atendimento personalizado às indústrias no Brasil.

O anúncio da parceria CNI-SOSA acontece no dia 1º de julho, numa cerimônia virtual com a participação de Emmanuel Lagarrigue, diretor de inovação e membro do Comitê Executivo da Schneider Electric, grupo multinacional francês presente no Brasil, e de Norbert Gaus, chefe de pesquisa em digitalização e automação da Siemens Corporate Technology.

O evento de lançamento da iniciativa contará principalmente com a presença de empresários e executivos de empresas participantes da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), grupo criado e coordenado pela CNI que reúne mais de 350 empresas, entre as mais inovadoras do Brasil.