Uma comitiva da Prefeitura de Guajará-Mirim (RO), liderada pelo prefeito Cícero Alves, finalizou nesta quinta-feira (12) uma agenda de dois dias de atividades em Manaus, com o objetivo de apresentar o novo planejamento de desenvolvimento que está sendo traçado para o Estado de Rondônia, com foco na Área de Livre Comércio (ALC) de Guajará-Mirim, e, ainda, discutir temas como Zona Franca Verde (ZFV), incentivos fiscais e atração de investimentos para o município.

A agenda foi iniciada na manhã de quarta-feira com uma reunião, na sede da Suframa, com o superintendente adjunto de Projetos, Gustavo Igrejas, e o coordenador-geral de Comércio Exterior, Felipe Esteves. Na ocasião, os servidores da Suframa realizaram uma apresentação institucional que abordou diversos tópicos, incluindo marcos regulatórios dos incentivos fiscais do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM), dispositivos legais específicos da ALC de Guajará-Mirim e critérios de preponderância da ZFV, entre outros.

Estratégico

Localizado na região Sudoeste de Rondônia, na fronteira com a Bolívia, o município de Guajará-Mirim é o segundo maior do Estado em extensão territorial e conta, de acordo com o prefeito Cícero Alves, com médias de preservação ambiental similares às do Amazonas, incluindo oficialmente 92,7% de áreas verdes. Regulamentada pelo Decreto nº 843, de junho de 1993, a Área de Livre Comércio implantada no município possibilitou, nas últimas décadas, a instalação de empreendimentos dos mais diversos ramos e uma nova alternativa econômica para a cidade e para a região.

O prefeito afirmou que a visita oficial a Manaus traz uma mensagem de complementariedade de que Rondônia é um Estado parceiro dos demais Estados inseridos na área de abrangência do modelo ZFM e que a Suframa pode colaborar para uma maior mobilização e integração desses entes na defesa dos interesses da região. “Trazemos uma bandeira para darmos as mãos e, com a ajuda da Suframa promovendo um encontro entre as bancadas do setor produtivo da região, podermos definir uma estratégia de sustentação política para as áreas incentivadas do País”, disse Alves. “Nossa pretensão aqui é dizer que Rondônia existe, tem uma parte da solução para as áreas incentivadas brasileiras e que essa solução tem como foco a geração de emprego e renda e a defesa da nossa Amazônia”, complementou.

Parceria

O superintendente adjunto de Projetos da Autarquia, Gustavo Igrejas, agradeceu a visita e elogiou o preparo técnico demonstrado pela comitiva na discussão de temas afetos à Zona Franca de Manaus e às Áreas de Livre Comércio. “Podem contar conosco, pois a Suframa tem como missão principal o desenvolvimento de toda sua área de atuação e, com certeza, as Áreas de Livre Comércio têm um papel muito importante nesse processo”, afirmou Igrejas.

Após a reunião na Suframa, a comitiva de Guajará-Mirim deu sequência à programação do primeiro dia em Manaus com uma visita à fábrica da Yamaha Motors, no Distrito Industrial. A programação encerrou nesta quinta-feira (12), com novas visitas e reuniões técnicas na capital amazonense.

Fonte: Suframa