Os deputados e senadores,  já devidamente atendidos, “no que foi possível”, dentro daquele acordo em torno do apoio da bancada baré  no senado e na câmara para o governo Bolsonaro, incluindo do milharal geral, lembram? fizeram tudo o que o mestre mandou e a cenoura da recompensa pediu. Apesar das reclamações, foi o próprio Menezão que pediu demissão ao presidente do cargo que ocupava. Não teve outro jeito a não ser pedir pra sair.

….Missão cumprida! 

De nada adiantou a mídia de aluguel classificar como “demissão” a decisão do próprio coronel Menezes como mesmo ele se expressou em seu “PEDIDO DE EXONERAÇÃO”, dando como missão cumprida seu ciclo na Suframa. “Depois que inventaram os blogs ficou fácil copiar e propagar uma inverdade”, ironizou o coronel, acusando explicitamente os senadores Braga e Omar de plantar ipsis literis uma versão errada do que ele mesmo acertou com o PR Jair Bolsonaro. Original ou copiada a Bragolândia é sua nova parada, obrigatória e peremptória.

Caiu pra cima 

Na vanguarda e refletindo com sua careca reluzente o significado do convite feito para que ele assuma uma secretaria de governo federal, com o status de ministro, diretamente com o vice-presidente General Mourão ou quem sabe fazer o pessoal que deita e mama no Amazonas perder o sono e a calma.

Que vem, vem.

Muito mais depois que alguém o alertou sobre o alcance e a solidez de sua curta passagem pela Suframa, a ampliação de novos horizontes políticos que o projetam voos mais altos e o estimulam a disputar o governo do Amazonas em 2022, ao lado de seu cumpadre.  Menezão não só vem disputar, como vem armado até os dentes e utilização explícita das benesses do Distrito Federal. Um banho na estripulia eleitoral de quem conspirou contra ele.

Olhos abertos 

Quanto aos que se acham donos da Suframa, façam como os coreanos da Samsung, é bom manter os olhos bem abertos, apesar da cara irônica de chinês e do sorriso enigmático e quase sempre vazio das sanguessugas orientais que eles imitam. É bom não esquecer que a próxima convivência não vai mais passar por um coronel do EB que preparou o terreno. A parada agora vai ser com um GENERAL DE 5 ESTRELAS. Selva!!!!

Fez muito em pouco tempo.

As manifestações da saída do coronel Menezes da Suframa se deu diversos segmentos, a maioria lamentando Menezão ter ficado tão pouco tempo com tantas “arrumações” feitas na casa. A respeito dos PPBs, revitalização do CAS, vinda de novas indústrias e etc. não poderia ser mais feliz e inoportuna.

Ninguém Merece!!!!

  • Mais uma vez o ex-deputado Paudenerney Avelino não vai poder usar seu terno novo para assumir a Suframa.
  • Seu padrinho político garantiu que ele assumiria até o dia 10 de julho. Só não disse o ano.
  • Aliás, muita gente especulou que seria Alfredo Buchada Nascimento, por indicação de Marcelo Ramos. Kkkk.
  • Outros diziam que seria Isper Abraim com a digital de Eduardo Braga.
  • Com todos os louvores dos evangélicos Silas Câmara se indicou com a chancela do Filho do Homem. Haja Deus!
  • Como diria o saudoso governador professor Gilberto Mestrinho: “eles não conhecem a saga dos militares no poder”