Clima de dever cumprido, confraternização inédita e descontraída, pois não há registro da visita de nenhum superintendente sequer ter ido a associação dos servidores e nenhum antecessor ter celebrado festa de fim de ano na Cachoeira da entidade que reúne os funcionários da Suframa – na companhia deles – a Asframa. Uma festa diferente, com a plantação de um Ipê que no interior da Amazônia se chama Pau d’arco. Espécie amazônica cujas floradas radicalização na produção exclusiva de sementes forma de flor.

SAUDAÇÃO DE AMOR À AMAZÔNIA

Como um militar das antigas, o Coronel Alfredo Menezes fez questão de simbolizar sua condição de membro honorário da caverna, traduzindo sua passagem pela autarquia com a placa de inauguração da nova área campestre, com assinatura que descreve a saudação de todos aqueles que amam a Amazônia nas Forças Armadas: SELVA!!! Mas não foi só isso. A convivência, a interlocução de quem conhece e busca ouvir no campo da descontração os colaboradores que ajudaram a construir um 2019 de muitos acertos e avanços.

DEVER CUMPRIDO

 

O relatório de atividades de 2019, dada a imensidão de ações que “precisavam ser feitas“, certamente é um dos mais alentados dois história da SUFRAMA . Desde o primeiro momento, demonstrando ter estudado cuidadosamente os problemas da autarquia e da imensa área que ela administra, Menezes disse a que veio. Já chegou de mangas arregaçadas e antes do nascer do sol. Desenterrou processos arquivados, um deles de extrema importância ilustra a determinação do novo gestor. Estamos falando do Distrito Agropecuário da SUFRAMA.. Há décadas que todos prometiam e em quase nada avançavam na passagem das palavras para o terreno das atitudes. A lista é imensa eficiente para a nossa região já começam aparecer completamente. O carinho e entusiasmo dos presentes revekaram isso na tarde dessa sexta feira, dia 13. Tudo Pela Amazônia… Selva!!!