MOTO HONDA, YAMAHA, HARLEY DAVIDSON SÃO AS MARCAS DESTACADAS E PRODUZIDAS EM MANAUS

No momento em que o Secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo anuncia a Reforma Tributária que o governa vai enviar ao Congresso ainda este mês, o Superintendente da Suframa, ALFREDO MENEZES, mostra ao país e ao mundo o alcance, avanços e sustentabilidade da Indústria do Amazonas. “Motocicletas de última geração, em fábricas sem chaminés, com 85% de verticalização industrial, como a Honda, e contribuições efetivas de todas as empresas para proteção da Floresta, com mais de 90% de intocabilidade”, disse Menezão com o orgulho de estar cumprindo a risca seu dever.

POLÍTICA DO ESTADO BRASILEIRO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na entrevista do Secretário da Receita a Zona Franca não foi tratada como privilégio e sim como uma economia a ser respeitada pelos benefícios dos empregos que gera pelo país afora. E, subentende-se, os serviços ambientais que oferece ao país e ao mundo. Pela entrevista é fácil perceber que o titular da Secretaria da Receita tem uma responsabilidade a zelar no que se refere a manutenção dos direitos da Suframa. “Temos uma política do Estado Brasileiro, diz Menezes, o que é diferente de uma política de governo que dura 4 ou 8 anos. E com isso ninguém pode brincar!”

“ O MELHOR ESTÁ CHEGANDO”

 

Sobre o Salão de Duas Rodas, o titular da Suframa foi enfático: “Com as mudanças na economia, a tendência é termos um final de ano e um 2020 com um crescimento extraordinário em função da oferta de créditos numa economia de  juros baixos que aumentam o potencial para ampliar as vendas por financiamento bancário ”. Para Menezes, este é apenas um exemplo das mudanças do governo Bolsonaro. “ O melhor está chegando”.

TAKEUCHI VAI AO PONTO

O depoimento de Paulo Takeuchi, da direção maior da Honda, no setor de Relações Institucionais, é enfático e elucidativo: “Ocenário econômico está melhorando gradativamente, graças a uma série de fatores, como a aprovação da reforma da Previdência, as propostas das reformas administrativas encaminhadas ao Congresso Nacional e as ações efetivas do Governo, como leilão do pré-Sal e outras medidas positivas que nem sempre são divulgadas”.