No período de 1 a 27 de setembro, o Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Amazonas (Ifpeam) realizou levantamento de Intenção de Compra e Confiança do Consumidor para o Dia das Crianças na cidade de Manaus, que tem por objetivo identificar a intenção de compra por segmento de varejo, escolha do local de compras, intenção de gastos, modalidade de pagamento, entre outros.
As informações obtidas são particularmente importantes para as empresas do comércio varejista, pois servem como balizador para tomada de decisões de investimentos e planejamento de compras. A pesquisa foi realizada com 306 consumidores.

Veja abaixo, os destaques da pesquisa:

  • Intenção de compra para o Dia das Crianças em 2021   

Os entrevistados foram indagados se pretendem comprar algo para o Dia das Crianças, 92% responderam que pretendem comprar na sazonalidade, 5% não irão comprar e 3% estão indecisos.

  • Intenção de compra por segmento de varejo

Com destaque para a compra de Brinquedos (43%), Vestuário (31%), Calçados (16%), Eletrônicos e/ou Eletroeletrônicos (3,1%), Perfumaria (2,8%), Artigos Esportivos (2,1%), Celular (1%).

  • Local  de Compra

Quanto ao local onde os consumidores costumam realizar suas compras, constatou-se que a preferência da maioria dos entrevistados é o Centro da Cidade (49%), seguido dos Shopping Centers (35%), Comércio local (13%), Internet (2%) e Supermercados (1%).

  • Critérios de escolha para efetuar a compra 

Quando indagados em relação a quanto os consumidores pretendem gastar com o presente do Dia das Crianças, constatou-se que 46% esperam gastar entre R$ 101,00 e R$ 200,00, seguido de 38%, que esperam gastar de R$ 51,00 a R$ 100,00.

  • Critérios de escolha na hora da compra

Os entrevistados levam em consideração na hora da compra as Promoções (33%), o Preço (29%), a Variedade de Produtos (14%), Segurança (12%), Climatização (6%), Localização (2%), Variedade de Lojas (2%).    

  • Modalidade de pagamento 

Nessa pesquisa, observou-se que 47% dos entrevistados utilizam a modalidade cartão de crédito parcelado (47%), seguido do pagamento em dinheiro ou cartão de débito (45%), cartão de crédito à vista (6%) e sistema de pagamentos e transferências instantâneas PIX, 1%.