Nesta semana em que se comemora o Dia Feirante (25/08), o Governo do Amazonas homenageia os profissionais que atuam nas feiras de produtos regionais administradas pela Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e anuncia a instalação de uma nova unidade em Manaus, no Centro Cultural Povos da Amazônia, zona sul. Ao todo, mais de 1,3 mil feirantes estão presentes nas 44 feiras em atividade no estado, sendo dez na capital e 34 no interior. A previsão é que até o fim deste ano, todos os municípios tenham sua própria feira de produtos regionais.

As homenagens aos feirantes começam nesta quarta-feira (25/08), na feira do Shopping Ponta Negra, na zona oeste. As ações socioculturais para os mais de 550 feirantes da capital acontecerão até sábado (28/08), data que também marcará o encerramento das atividades da Feira do Clube Militar de Manaus (Cassam), zona sul.

A presidente da ADS, Michelle Bessa, ressaltou que a partir do mês de setembro, os moradores da zona sul de Manaus e áreas adjacentes poderão contar com uma nova Feira da ADS instalada no Centro Cultural Povos da Amazônia (Bola da Suframa). O novo espaço será equipado e atenderá um maior número de frequentadores, garantindo mais qualidade aos feirantes e consumidores.

“A feira do Cassam foi uma das primeiras realizadas em parceria com a ADS e tem todo seu valor simbólico. Mas, para um melhor resultado e satisfação dos produtores, feirantes e consumidores, iremos, agora, ocupar um espaço que é do Governo do Amazonas e que possui toda uma infraestrutura para atender um maior número de frequentadores, de forma organizada, segura e tranquila. Já em setembro a feira entrará em funcionamento”, destacou a presidente.

Em Manaus, as feiras de produtos regionais da ADS funcionam de terça-feira a sábado, e por mês beneficiam mais de 500 produtores, tendo uma média diária de 50 feirantes por edição. Até o primeiro semestre deste ano, foram comercializados nessas feiras, aproximadamente, 2 mil toneladas de produtos, movimentando recursos da ordem de R$ 4,9 milhões. No interior, os produtores comercializaram neste mesmo período mais de 143 mil quilos de produtos, movimentando recursos de R$ 1,9 milhão.

“Para mim, estar presente na Feira da ADS é muito importante, pois trago os meus produtos sem passar pelo atravessador. Planto, colho e vendo, sem levar um preço absurdo para o consumidor final. Meus produtos são todos sem agrotóxicos e isso me dá uma satisfação muito grande, por saber que estou contribuindo para a saúde do cliente”, comentou a feirante Neuismar Maia, conhecida nas feiras como Branca Maia, da Feira do Manaus Plaza Shopping.