O Ministério da Economia terá uma nova seleção de servidores para 350 vagas. É o que consta no documento divulgado pelo Secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério, por meio da Portaria 16.017 publicada no Diário Oficial de 10 de julho. A autorização do processo seletivo foi publicada, mas teve ajustes e agora divulgou a distribuição das 350 novas vagas que serão preenchidas.

O governo diz que a seleção será para “atender à necessidade temporária de excepcional interesse público e as contratações serão formalizadas mediante disponibilidade orçamentária específica“, observando-se os demais requisitos. O edital sairá dentro de 6 meses, prazo definido pela portaria, mas se levarmos em conta outras seleções temporárias realizadas pelo governo, como no IBAMA o edital deve sair já nos próximos dias.

Ministério da Economia abrirá 350 vagas

A portaria que autoriza o processo seletivo não define a exigência dos cargos, mas tendo em vista a complexidade das funções, os interessados deverão ter ensino superior completo, experiência de no mínimo 5 anos e possuir mestrado ou doutorado. Os salários dos profissionais a serem contratados serão definidos pelo Ministério da Economia e divulgados no edital de abertura. Conforme as remunerações do quadro, os salários devem ficar na faixa dos R$ 8 mil mensais.

Veja o quadro das 350 vagas para atividade Técnicas de Complexidade Gerencial, de Tecnologia da Informação e de Engenharia Sênior:

Cargo Vagas
Especialista em Gestão de Projetos 50
Especialista em Infraestrutura de Tecnologia da Informação TI 50
Especialista em Ciência de Dados 50
Especialista em Segurança da Informação e Proteção de Dados 50
Especialista em Análise de Processos de Negócios 50
Especialista em Experiência do Usuário (UX) 50
Especialista em Desenvolvimento de Software 50

O contrato de trabalho terá prazo de duração de, no máximo, quatro anos, mas poderá ainda ser prorrogado, segundo o governo.

As contratações dependerão de prévia aprovação em processo seletivo simplificado sujeito a ampla divulgação aqui no site. Acompanhe.

 

Fonte: Concurso Ministério da Economia 2020: veja a distribuição das 350 vagas