Durante viagem ao município de Autazes (a 108 quilômetros de Manaus), na última sexta-feira (26/06), o governador Wilson Lima lançou o edital do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) para o biênio 2020/2021, que destinará R$ 8,5 milhões à compra de produtos da agricultura familiar no Amazonas. O orçamento, disponibilizado pelo Ministério da Cidadania, é o dobro do repassado ao Estado do Amazonas no biênio anterior e o maior da região Norte.

Em Autazes, o governador entregou quatro ramais e um caminhão baú para o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), beneficiando o setor primário do município. “Além da questão dos ramais, nós estamos fazendo a entrega de um caminhão, que é para ajudar no escoamento dessa produção, e também estamos lançando o edital para aquisição de produtos da agricultura familiar, e qualquer agricultor pode fazer sua inscrição para poder vender para o estado. O agricultor pode plantar, que o estado vai comprar”, afirmou Wilson Lima.

O PAA trabalha com foco no incentivo à produção rural da agricultura familiar e na assistência a pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social, por meio da doação dos alimentos adquiridos a entidades cadastradas. O novo edital estará disponível no site www.sepror.am.gov.br a partir de segunda-feira (29/06).

“Devemos agradecer ao Governo Federal, que reconheceu o Amazonas, dobrando os recursos do PAA em 2020, pois foi o estado que mais abriu mercado institucional para agricultura familiar do Brasil, em 2019. Isso demonstra o compromisso do Governo do Estado com o setor agro. E nós continuaremos garantindo a compra da produção rural e doaremos para as pessoas mais carentes”, disse o secretário de Produção Rural, Petrucio Magalhães Júnior.

Beneficiados – De junho de 2019 até junho deste ano, foram distribuídas 1.780 toneladas de produtos oriundos da agricultura familiar, com a participação de 616 produtores de 55 municípios do estado, beneficiando 89 instituições socioassistenciais que atendem 110 mil pessoas.

De acordo com o coordenador estadual do programa, Tânis Castro, mais municípios poderão receber o benefício, aumentando o número de pessoas atendidas pela iniciativa.

“A perspectiva é de nós atingirmos os 62 municípios do estado, incluirmos até 1.295 agricultores e processarmos a aquisição de produtos em cerca de 3.600 toneladas. Na questão da inclusão das entidades, pretendemos estar com cerca de 200 entidades das redes socioassistenciais em todo o estado, beneficiando no mínimo 180 mil pessoas em vulnerabilidade social”, afirmou Tânis.

Novas aquisições – Durante o biênio 2019/2020, foram adquiridos 32 itens da agricultura familiar, entre frutas e verduras. Nesta nova etapa, serão feitas aquisições de 48 itens, sendo que haverá a compra de novos produtos, dentre os quais o pescado e produtos já processados, todos de origem da agricultura familiar.

PAA – O Programa de Aquisição de Alimentos consiste na compra especial diretamente do produtor familiar, incentivando a prática da agricultura e a produção rural, e gerando emprego e renda. Uma das modalidades do programa é a Doação Simultânea, por meio da qual os alimentos adquiridos são entregues para as entidades beneficentes do estado.