Depois de três dias visitando a Coreia do Sul colhendo informações de como melhorar a Zona Franca de Manaus e seus investimentos o superintendente da Suframa, coronel Alfredo Menezes enviou um recado importante aos manauaras. “Nós viemos aqui exatamente para ver como que esse país ficou tão próspero e também para colocar essas ideias em prática na nossa capital, levando o melhor para a nossa região”, disse.

O coronel visitou as instalações da Samsung em Seul na Coreia do Sul, e diretamente da frente do Museu de memória da Guerra que marcou gerações naquele país. “Estou aqui no museu que comemora o fim da guerra que ocorreu entre as duas coreias por cerca há mais de 40 anos”, comentou em um vídeo enviado para a TV Maskate.

Na próxima semana o coronel já estará novamente à frente da suframa, colocando em prática todos os investimentos que conseguiu ao lado do presidente Jair Messias Bolsonaro nessa viagem que os dois fizeram aos países da Ásia em busca de negócios e firmamento de parcerias com países de primeiro mundo.

 

PRIMEIRA PARADA FOI NO JAPÃO

 

O superintendente da Suframa, coronel Alfredo Menezes esteve em Tóquio, no Japão, juntamente com  presidente Jair Messias Bolsonaro, em sua primeira parada durante a viagem de negócios que incluiu uma jornada de dez dias por cinco países da Ásia e Oriente Médio.

O presidente Jair Bolsonaro desembarcou na segunda-feira (21), e o primeiro compromisso dele foi a entronização do imperador Naruhito. A cerimônia para celebrar a ascensão ao trono ocorrereu no Palácio Imperial no dia seguinte. Em maio deste ano, Naruhito participou de atos nos quais herdou as insígnias imperiais de seu pai e fez o seu primeiro discurso na posição de imperador.

ENTRONIZAÇÃO DO IMPERADOR NARUHITO

Um dos principais objetivos da visita de Bolsonaro ao Japão, foi a participação dele na cerimônia de entronização do novo imperador, Naruhito. O roteiro foi de suma importantância pelo poder econômico das regiões. Com a viagem, Bolsonaro reafirmou laços comerciais e ampliou parcerias.

Os compromissos de Bolsonaro durante a viagem foram desde cerimônias políticas, como a entronização do novo imperador japonês Naruhito, a encontros bilaterais com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, com o presidente chinês, Xi Jinping, e com príncipes e xeques dos demais países árabes do roteiro.

“Assim que ele chegou no hotel, participou de uma coletiva de imprensa e ele deixou claro que essa visita feita ao Japão, ela simplesmente tem como objetivo principal de relacionamentos diplomáticos para participar diretamente da entronização do novo imperador”, relatou coronel Alfredo Menezes.

MENEZÃO FIRMOU LAÇOS COM EMPRESAS DO PIM

Além de acompanhar o presidente da república durante a viagem, o coronel visitou fábricas naquela região que também compõem o Polo Industrial de Manaus. A declaração foi feita pelo próprio superintendente da Suframa durante um vídeo enviado para a produção do programa INVEST ZFM.

O superintendente também destacou a importância de participar do salão de automóveis que aconteceu em Tóquio. Ao lado de Menezão estava o diretor de relações institucionais da Honda para a América Latina, Marcos Bento. “Estamos aqui na Sede da Honda em Tóquio, onde viemos prestigiar essa empresa que está investindo no nosso Polo Industrial de Manaus mais de R$ 500 milhões nos próximos três anos”, disse.

CHINA TAMBÉM FOI PALCO DE NEGÓCIOS

O Coronel Alfredo Menezes fez diversas reuniões setoriais com o governador do Acre, Gladson Cameli, em Pequim, capital chinesa, com o propósito de vender oportunidades da Amazônia Ocidental, visando ampliar os investimentos daquele país em nossa região. Os resultados vão aparecer em breve. Enquanto outros vendem no sentido de perder a soberania da região o titular da Suframa aposta no fortalecimento da economia e da expansão de nossas oportunidades.

A China é um dos maiores investidores mundiais e o maior parceiro econômico do Brasil e, na ZFM, possui investimentos que possibilitam o fortalecimento do Polo Industrial de Manaus (PIM) e da economia nacional. E durante a segunda etapa da comitiva presidencial à Ásia, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), durante jantar com empresários e autoridades na China, buscou articular ações na região que visem à atração de investimentos e à geração de oportunidades não apenas para a região coberta pelo modelo Zona Franca de Manaus (ZFM), mas para todo o País.

A proposta da Suframa na China é reunir com empresários e investidores para aumentar a divulgação dos diferenciais competitivos da Zona Franca de Manaus a fim de reforçar de que forma o ambiente de negócios da região pode ser vantajoso para que os chineses possam realizar mais investimentos no Brasil e fortalecer ainda mais a relação bilateral entre os países.