O Conselho de Administração da Suframa (CAS) realiza nesta quarta-feira (28), a partir das 10h (horário de Brasília), por meio de videoconferência, sua 297ª Reunião Ordinária, com o objetivo de avaliar uma pauta com 28 projetos industriais e de serviços, sendo oito de implantação e 20 de ampliação, atualização e diversificação. No total, os projetos somam investimentos de aproximadamente R$ 1,2 bilhão (US$ 232 milhões) e estimam a geração de 1.421 novos empregos no Polo Industrial de Manaus (PIM) em até três anos. Também serão avaliados quatro projetos do Distrito Agropecuário da Suframa (DAS) – sendo três de implantação e um de atualização – que somam R$ 8,3 milhões em investimentos totais, 52 novos postos de trabalho e ocuparão uma área total de 834 hectares em até cinco anos.

A 297ª Reunião do CAS será presidida pelo secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, e contará também com a participação do superintendente da Suframa, Algacir Polsin, e de demais representantes de órgãos governamentais, dirigentes de entidades de classe e parlamentares, entre outros. O evento terá transmissão ao vivo por meio do canal oficial da Suframa no YouTube (youtube.com/suframanews).

Destaques

O projeto com maior previsão de investimentos na pauta pertence à LG Electronics do Brasil Ltda. A empresa pretende diversificar suas linhas de produção mediante a fabricação de microcomputadores portáteis, monitores de vídeo com tela de LCD, unidades digitais de processamento de pequeno porte com monitores de vídeo e unidades de memórias montadas em um mesmo corpo ou gabinete, com previsão de investimentos de R$ 325 milhões e expectativa de geração de 68 novos postos de trabalho.

 

Outro destaque da pauta é o projeto de implantação da empresa Smart Modular Technologies do Brasil Indústria e Comércio de Componentes Ltda, visando à produção de módulos de memória RAM padronizados, unidades de armazenamento de dados, não voláteis, em meio semicondutor (SSD) e placas de circuito impresso montadas (de uso em informática), com previsão de investimentos de R$ 137 milhões e expectativa de geração de 142 novos postos de trabalho.

 

Também merece ênfase o projeto de ampliação e atualização da Samsung Eletrônica da Amazônia Ltda, visando à produção de fones de ouvido sem fio, com sistema inteligente de áudio e função principal de conectividade e pareamento por wireless, com previsão de investimentos de R$ 231 milhões e expectativa de geração de 366 novos postos de trabalho.

 

Já no Agropecuário, o destaque da pauta é o projeto de implantação da Fazenda Morada Nova Agroindustrial para produção de mandioca e agroindústria de farinha. O investimento previsto é de R$ 5,2 milhões, com expectativa de geração de 33 novos empregos em uma área de 401 hectares.

 

‘ZFM atrativa’

De acordo com o superintendente da Suframa, Algacir Polsin, a oportunidade de aprovar uma pauta com aproximadamente 30 projetos e investimentos da ordem de R$ 1,2 bilhão em um momento de dificuldades e incertezas no cenário econômico brasileiro e mundial é salutar e mostra que a Zona Franca de Manaus permanece em ótimas condições de atratividade e competitividade. “Caso essa pauta seja aprovada na íntegra, teremos aproximadamente R$ 3 bilhões em novos investimentos chancelados pelo CAS somente nas duas reuniões realizadas neste ano, o que significa, também, a manutenção e a geração de milhares de novos postos de trabalho. Isso é muito importante para trazer motivação e confiança ao trabalho da Suframa, do Ministério da Economia e do governo federal como um todo na busca contínua pela geração de benefícios para a população regional”, afirmou Polsin.