Em 2019, o Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária amazonense registrou um crescimento de 8,77% em relação a 2018, saltando de R$ 6,84 bilhões para 7,44 bilhões. O avanço do setor agropecuário superou o crescimento percentual do PIB total do Estado que foi de 5,34% e foi a atividade econômica que mais cresceu no período, ficando à frente dos setores de Serviço (6,46%) e Indústria (4,83%). Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Considerando o recorte do 4º trimestre de 2019, o crescimento da atividade agropecuária foi de 9,21% frente ao mesmo período do ano anterior. De acordo com o relatório da Sedecti, essa expansão deveu-se principalmente ao aumento da produção da mandioca (58,11%), do milho (47%) e do arroz (19%), de acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola do IBGE.

Esse desempenho evidenciando o crescimento do setor agropecuário superior à própria media do crescimento geral do Estado mostra o grande potencial do setor primário amazonense em desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda no interior do Estado”, destacou o presidente da FAEA, Muni Lourenço.

PIB Amazonense

Conforme informou a Sedecti, ao todo, o PIB do Amazonas foi de R$ 103,07 bilhões em 2019, um crescimento de 5,34% em comparação aos R$ 97,85 bilhões arrecadados em 2018. Considerando apenas o 4o trimestre de 2019, quando o Estado registrou R$ 26,88 bilhões, houve um crescimento de 5,76% comparado ao mesmo período do ano anterior, e taxa de crescimento real de 1,39% ao se descontar a inflação pelo índice de preço ao consumidor amplo (IPCA). O estudo completo está disponível em www.sedecti.am.gov.br item Mapas e Indicadores.

PIB Trimestral

A Sedecti apresenta trimestralmente o resultado da Economia do Amazonas. Através das contas trimestrais é possível ter uma visão mais atualizada do comportamento dos três setores da Economia local: Primário, Secundário e Terciário. O Setor Primário é composto por agricultura, pecuária, pesca, silvicultura e exploração florestal.

Para calcular o PIB trimestral de 2019, utilizou-se como base o resultado oficial do PIB 2017, publicado em novembro de 2019. As estimativas trimestrais foram calculadas com base na participação dos setores (Agropecuária, Indústria, Serviço e Impostos) do PIB Amazonense em relação as informações das Contas Regionais do PIB Brasil.

Foto: Divulgação

Fonte: IBGE\FAEA